Cooperação e Desenvolvimento em São Tomé e Príncipe – Rumo aos ODM

Paulo Freitas
Instituto Marquês de Valle Flôr
ptf@netcabo.pt

Nesta apresentação será explanado o trabalho do Instituto Marquês de Valle Flôr em São Tomé e Príncipe em prol do alcance dos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio. Um trabalho integrado cujos alicerces assentam na intervenção em saúde, ensino secundário e segurança alimentar, sectores chave em qualquer processo de desenvolvimento.
O objectivo que presidiu à criação do IMVF foi a promoção do desenvolvimento socioeconómico e a realização de estudos científicos, em vários domínios, nos países de língua portuguesa, especialmente em S. Tomé e Príncipe, onde está desde a década de 80. O profundo conhecimento adquirido ao longo do tempo permitiu ao IMVF assumir gradualmente um papel relevante no âmbito da cooperação com o país.
Hoje, desenvolve um amplo programa de intervenção em saúde, tendo como génese a introdução de um pacote integrado de serviços que asseguram a prestação de cuidados primários, preventivos, assistenciais e especializados a toda a população; está a apoiar o Governo Santomense na reformulação do Ensino Secundário no país, tornando-o mais adequado à realidade e necessidades locais; e apoia decisivamente os pequenos produtores e associações da sociedade civil em prol de maior segurança alimentar e nutricional.
Dificilmente para um europeu será perceptível o nível de qualidade que se conseguiu atingir ao nível da saúde em São Tomé e as dificuldades diárias mais básicas que ainda subsistem em vários sectores.
Tendo por base os resultados e o impacto da intervenção do IMVF, que atua no terreno com parceiros de longa data – o Governo de São Tomé e Príncipe, o Instituto Português de Apoio ao Desenvolvimento, a Fundação Calouste Gulbenkian, a Comissão Europeia, entre outros – apresentar-se-á o cenário evolutivo do país rumo aos ODM.

Keywords: Cooperação, Desenvolvimento, Saúde, Segurança Alimentar, Educação, São Tomé e Príncipe, ODM

Biography note: Licenciado em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa. É Administrador do Instituto Marquês de Valle Flôr, Director da Unidade de Cuidados Intensivos Polivalente do Hospital Fernando Fonseca e Director Clínico adjunto do Hospital Fernando Fonseca para a urgência e Departamento de Medicina.

Advertisements