AS PULSÕES NA POLÍTICA EM SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE

 

Augusto Nascimento
Instituto de Investigação Científica Tropical (IICT)
anascimento2000@yahoo.com

À distância, parecerá difícil interpretar os múltiplos e, até, antagónicos significados das escolhas  eleitorais em São Tomé e Príncipe em 2010 e 2011, de modo algum redutíveis às proposições políticas, mormente dos candidatos a mandatos políticos. Fornecendo indicações para várias leituras, os resultados eleitorais no arquipélago denotam uma aparente contradição, uma clivagem, um ziguezague à primeira vista pouco expectável.

Nesta comunicação, centrada na trajectória recente do arquipélago, pretende-se traçar hipóteses explicativas para um quadro político, até há pouco caracterizado pela instabilidade e no qual a observância formal dos mecanismos de decisão e de legitimação coexiste com práticas que têm conferido uma nota de especificidade à recente evolução política.

Keywords: São Tomé e Príncipe, Cultura política, História contemporânea

Biography note: Augusto Nascimento nasceu em Lisboa, a 28 de Março de 1959.
Licenciado em História, foi cooperante em São Tomé e Príncipe de 1981 a 1987. Regressado a Portugal, em 1992, obteve o grau de Mestre e, em 2000, o de Doutor em Sociologia pela Universidade Nova de Lisboa. É investigador auxiliar do Instituto de Investigação Científica Tropical, de Lisboa. Colabora com o Centro de Estudos Africanos do ISCTE, o Centro de Estudos Africanos da Universidade do Porto e  o Instituto de História Contemporânea da Universidade Nova de Lisboa.
Publicou textos científicos sobre São Tomé e Príncipe e Cabo Verde em livros e em revistas nacionais e internacionais.
É autor dos seguintes livros: Poderes e quotidiano nas roças de S. Tomé e Príncipe de finais de Oitocentos a meados de Novecentos (2002); Órfãos da Raça. Europeus entre a fortuna e a desventura no S. Tomé e Príncipe colonial (2002); Desterro e contrato. Moçambicanos a caminho de S. Tomé e Príncipe (anos 1940-1960) (2002); O sul da diáspora. Cabo-verdianos nas plantações de S. Tomé e Príncipe e de Moçambique (2003); A misericórdia na voragem das ilhas. Fragmentos da trajectória das Misericórdias de S. Tomé e do Príncipe (2003); Entre o mundo e as ilhas. O associativismo são-tomense nos primeiros decénios de Novecentos (2005); O fim do caminhu longi (2007); Ciências sociais em São Tomé e Príncipe: a independência e o estado da arte (disponível em www.africanos.eu 2007); Vidas de S. Tomé segundo vozes de Soncente (2008); Atlas da Lusofonia. São Tomé e Príncipe (2008); Histórias da Ilha do Príncipe (2010) e, em co-autoria, de Ilha de Moçambique (2009).
Tem como principais áreas de interesse a história recente e a actualidade de Cabo Verde e de São Tomé e Príncipe.